AC/DC: com problema de saúde, Cliff Williams fará poucos shows da "Power Up Tour"
08/11/2020 19:13 em Música

O baixista Cliff Williams, do AC/DC, voltou a falar sobre seus problemas de saúde. Desta vez, em entrevista ao podcast “Let There Be Talk”, o músico disse que se comprometeu a fazer poucos shows da turnê do próximo álbum, “Power Up”, devido a sua condição atual.

Williams não deixou claro qual o seu problema de saúde – ele, inclusive, disse que não queria incomodar o entrevistador falando sobre a situação. Entretanto, ele reforçou que o sente desde a turnê anterior, do álbum “Rock or Bust” (2014), que ele havia anunciado que seria a sua última.

O músico revelou, ainda, que planejava se aposentar do AC/DC antes mesmo do vocalista Brian Johnson ter sido afastado da turnê, com problemas auditivos. “Foi antes disso. Falei com Angus (Young, guitarrista) sobre isso inicialmente. No começo da turnê ‘Rock or Bust’, eu sentia que era hora de parar. Não queria mais fazer turnês de 2 anos, nem queria segurar a banda, então, falei que seria a minha última turnê. Foi difícil de completar aquela tour”, afirmou, conforme transcrito pelo Blabbermouth.

Cliff Williams fez questão de agradecer ao vocalista Axl Rose, que assumiu a vaga de Brian Johnson no meio da turnê. “Deus abençoe Axl por chegar e nos ajudar a terminar. Ele fez um ótimo trabalho. No fim da turnê, era aquilo para mim. Havia acabado. Isso complicou a coisa toda”, disse.

O retorno do baixista se deu nas gravações de “Power Up” porque ele via como um tributo a Malcolm Young, guitarrista afastado em 2014 e falecido em 2017. “Se ‘Back in Black’ (álbum de 1980) tinha Bon Scott (vocalista morto em 1980) em todas as músicas, para mim, ‘Power Up’ tem Malcolm Young. Isso foi para ele. E é a banda com a qual tocamos juntos há mais de 40 anos. Eu queria voltar para fazer isso”, afirmou.

Apesar disso, Cliff Williams não pretende fazer uma longa turnê para o novo álbum. “Fizemos ensaios antes dessa coisa do Covid aparecer e foram ótimos. A banda estava tocando muito bem. Perguntaram se eu queria fazer alguns shows e eu concordei. Alguns shows. Planejávamos fazer isso. Todos foram para a casa e, bang, estamos aqui desde então”, apontou.

Por fim, o baixista reforçou que se comprometeu a fazer apenas alguns shows com o AC/DC para promover “Power Up”. “Para a minha saúde, tanto física quanto mental. Tenho alguns problemas físicos, que não quero te incomodar com os detalhes. Mas, sim, é difícil. Sou muito grato, tem sido fantástico, mas não quero mais fazer isso”, afirmou.

Em entrevista anterior, à “Rolling Stone”, Cliff havia mencionado o problema de saúde. Sem dar mais detalhes, o músico apenas contou sobre as vertigens que sentia na turnê.

“Para ser franco, não foi uma turnê fácil de se concluir. Tive alguns problemas de saúde sobre os quais não irei te aborrecer com os detalhes. Porém, tive coisas acontecendo na estrada, vertigem terrível. Achei que estava na minha hora”, declarou, na ocasião.

Fonte: Radio Shock Box

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!