Gene Simons, do Kiss, responsabiliza jovens por "matar o rock"
09/02/2021 00:05 em Música

Gene Simmons, baixista e um dos vocalistas do Kiss, disse que os jovens são os responsáveis por “matar o rock”. De acordo com músico, o surgimento do streaming e o hábito de ouvir música online impossibilita que novos grandes artistas surjam.

Em entrevista à rádio Q104.3, de Nova York, Gene Simmons falou sobre “a morte do rock” afirmando: “Os culpados são os fãs jovens, pois mataram aquilo que amam. Porque, assim que o streaming apareceu, tirou a chance de novas grandes bandas que ainda estão nas sombras surgirem, pois [os integrantes] não podem largar seus empregos porque não têm como ganhar um centavo colocando suas músicas lá [nos serviços de streaming]”.

O baixista do Kiss continuou: “Quando você baixa músicas, são centésimos ou milésimos de centavos que o artista ganha. O músico precisa ter milhões, e até bilhões de views ou downloads para ganhar alguns mil dólares. E, os fãs mataram essa coisa. O negócio está morto”.

Simmons, que está há quase 50 anos no mundo do rock, disse que “os próximos Beatles, ou quem quer que seja”, nunca terão a mesma chance que o Kiss teve. “Tínhamos gravadoras que nos davam milhões de dólares para que pudéssemos fazer discos e turnês, e não nos preocuparmos com um trabalho das nove da manhã às cinco da tarde. Porque quando você está preocupado das nove às cinco, não sobra tempo para se dedicar à sua arte”.

Para explicar melhor a sua teoria, o baixista fez um ‘jogo de fazer contas’: “Pense, de 1958 até 1988, em 30 anos surgiram Elvis Presley, Beatles, Jimi Hendrix, Rolling Stones, David Bowie, AC/DC, Metallica, Prince, U2, Madonna, nós e a ótima black music da Montown. De 1988 até hoje, quem são os novos Beatles? São mais de 30 anos e foi nesse período que a Napster e essa coisa toda de downloads (legais e ilegais) começaram a aparecer”.

Anos atrás, Gene Simmons disse à revista Esquire que “o rock não morreu de velhice, mas foi assassinado porque atualmente é muito mais difícil ganhar a vida compondo e gravando músicas. Ninguém mais paga para você fazer isso”.

As informações são do site Blabbermouth.

Fonte: Itaici Brunetti – Rolling Stone Brasil

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!